PRODUTOS
Outros Produtos SAPEC
Visualizar Ficha Técnica CLP
Ficha de Segurança CLP
Tabela de Compatibilidades

LMR
Consultório Online
Mais informação
PRODUTOS



FUJI® é um herbicida de pós-emergência das infestantes, com ação residual, de contacto e sistémico, para controlo das infestantes.

Tipo de Produto: Herbicidas
Formulação: Suspensão concentrada com 40 g/L ou 3,6% (p/p) de diflufenicão e 160 g/L ou 14,5% (p/p) de glifosato (sob a forma de sal de isopropilamónio).
Família Química: Nicotinanilidas + aminoácido
Número APV/AV: 3786

Embalagens:
. 5 L
. 20 L

ATENÇÃO

A consulta do site não dispensa a leitura atenta do rótulo

Época e condições de aplicação

problema dose/conc. observações
AMEIXEIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

AMENDOEIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

CEREJEIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

CITRINOS
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período de Dezembro a Março, tendo em atenção não atingir os ramos, folhas e frutos, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

DAMASQUEIRO
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

KIWI
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

MACIEIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

NOGUEIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a floração, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

OLIVEIRA
Infestantes
4L/ha

Aplicar em pós-emergência precoce das infestantes, na altura das primeiras chuvas do Outono (princípio de Outubro/Novembro), desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

PEREIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

PESSEGUEIRO
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes, no período compreendido entre a colheita e a queda das pétalas, desde que a aplicação seja dirigida de modo a não atingir as partes verdes da cultura.

VIDEIRA
Infestantes
6-8L/ha

Aplicar em pós-emergência das infestantes e em pleno repouso vegetativo da vinha.


Infestantes Susceptíveis

Balancos (Avena spp.), cabelo-de-cão (Poa annua), erva-febra (Lolium rigidum), esparguta (Spergula arvensis), (Spergularia rubra), labaças (Rumex spp), morugem (Stellaria media), mostardas (Sinapis spp), pampilho-das-searas (Chysanthemum segetum), papoila-das-searas (Papaver rhoeas), raspa-saias (Picris echioides), saramago (Raphanus raphanistrum). 

Infestantes Resistentes

Cavalinhas (Equisetum spp.), corriola (Convolvulus arvensis), junças (Cyperus spp.), malva-bastarda (Lavatera cretina) e malvas (Malva spp.).

Modo de Aplicação

Volume de calda: 300-800 L/ha.
Calibrar o pulverizador, calculando o volume de calda a utilizar por hectare, de modo a assegurar a distribuição uniforme da calda. A quantidade de produto e o volume de calda devem ser calculados em função da área a aplicar. Para diminuir o risco de arrastamento evitar pressões superiores a 2 Kg/cm2 e o uso de atomizadores.

Aplicar as doses mais altas na presença das infestantes Erodium Spp. e Geranium spp..         

Modo de Preparação

No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Agitar bem a embalagem até o produto ficar homogénio. Numa vasilha juntar a quantidade de produto a utilizar com um pouco de água e agitar bem até obter uma mistura homogénea. Deitar esta mistura no recipiente e completar o volume de água, agitando sempre.

Intervalo de Segurança

28 dias em citrinos; em oliveira não aplicar após o início de queda das azeitonas.

Precauções Biológicas

. Não aplicar em terrenos arenosos.
. Não aplicar em vinha e pomares com menos de 4 anos.
. Durante a aplicação não atingir folhas, ramos e frutos.
. Não aplicar quando se prevê chuva nas 6 horas seguintes à aplicação.
. Não atingir culturas e terrenos vizinhos da área a tratar.

Em caso de intoxicação contacte o Centro de Informação Antivenenos (CIAV), telefone nº 800 250 250

Precauções toxicológicas, ecotoxicológicas e ambientais

H315 - Provoca irritação cutânea.
H319 - Provoca irritação ocular grave.
H412 - Nocivo para os organismos aquáticos com efeitos duradouros.
P270 - Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
P280 - Usar luvas de proteção durante a preparação e aplicação do produto.
P302+P352 - SE ENTRAR EM CONTACTO COM A PELE: lavar com sabonete e água abundantes.
P305+P351+P338 - SE ENTRAR EM CONTACTO COM OS OLHOS: enxaguar cuidadosamente com água durante vários minutos. Se usar lentes de contacto, retire-as, se tal lhe for possível. Continuar a enxaguar.
P402 - Armazenar em local seco e fresco.
P501 - Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
EUH210 - Ficha de segurança fornecida a pedido.
SP1 - Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem.
SPe3a - Para proteção dos organismos aquáticos, não aplicar em terrenos agrícolas adjacentes a águas de superfície.
SPoPT1 - Após o tratamento lavar cuidadosamente o material de proteção e os objetos contaminados, tendo o cuidado especial em lavar as luvas por dentro.
SPPT1 - A embalagem vazia deverá ser lavada três vezes, fechada, inutilizada e colocada em sacos de recolha, devendo estes serem entregues num centro de receção autorizado Valorfito; as águas de lavagem deverão ser usadas na preparação da calda.

Em caso de intoxicação, contactar o Centro de Informação Antivenenos. Telef:808 250 143.

Marca Registada

ASCENZA AGRO, S.A.

Nota

Os resultados da aplicação deste produto são suscetíveis de variar pela ação de fatores que estão fora do nosso domínio, pelo que apenas nos responsabilizamos pelas características previstas na Lei.